A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Zenaldo abandona obras da Estrada Nova

Zenaldo abandona obras da Estrada Nova

Zenaldo abandona obras da Estrada Nova

Na segunda reportagem da série “Obras Paradas”, o DIÁRIO foi até a Estrada Nova, mostrar a situação dessa área localizada entre os bairros do Guamá e do Jurunas. Na região, deveriam ter sido feitas obras de macrodenagem, mas o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, largou os trabalhos ao descaso. É mais uma obra paralisada, que recebeu verbas do Governo Federal e que Zenaldo não conseguiu tocar, a exemplo da urbanização da Vila Barca, que acumula perdas de mais de R$ 100 milhões de recursos assegurados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Com tudo isso, quem perde é a população da capital paraense.

No caso da Estrada Nova – cujas obras deveriam ter sido concluídas este ano -, o montante financiado pela Caixa Econômica Federal (CEF) e pelos bancos Interamericano de Desenvolvimento (BID) e de Desenvolvimento Econômico e Socil (BNDES) soma mais de R$ 326 milhões. Desse total, R$ 63 milhões serão devolvidos aos cofres do Governo Federal no final deste ano, já que Zenaldo não conseguiu concluir as obras de intervenção na sub-bacia II (veja box acima). E, certamente, não vai conseguir até o prazo final, já que os contratos só valem até o fim deste ano.

Com as obras paralisadas, o resultado é transtorno à população, que sofre com a invasão da água em suas casas, falta de saneamento, lixo por todo lado e ruas cobertas de poeira (veja depoimentos abaixo). Estimativas indicam que são mais de 200 mil pessoas prejudicadas pelo descaso do prefeito, que é candidato à reeleição, no próximo domingo (30).

INTERESSES

Documentos da CEF mostram que um dos maiores problemas da gestão de Zenaldo Coutinho nas obras públicas reside na mudança das empresas para executarem os trabalhos. No caso da Estrada Nova, por exemplo, praticamente todas as firmas contratadas na gestão de Duciomar Costa – prefeito anterior a Zenaldo – foram substituídas por empresas próximas ao PSDB, partido do atual prefeito. Uma delas é a ETC Engenharia, que recebeu mais de R$ 26 milhões, entre dezembro de 2015 e setembro deste ano. A macrodrenagem da Estrada Nova faz parte de um conjunto de obras e ações que compõem o Programa de Saneamento da Bacia da
Estrada Nova (Promaben).

Estão previstas, além das obras de macrodrenagem, a implantação de redes de água e esgoto e ações de educação ambiental, que vão impactar diretamente os bairros da Cidade Velha, Jurunas, Condor, Cremação e Guamá, e indiretamente bairros como Batista Campos, Nazaré, São Brás e Marco, cujas bacias estão interligadas. E um importante detalhe merece ser reforçado: de acordo com o próprio Promaben, as obras deveriam ter sido concluídas este ano. Mas Zenaldo Coutinho terminou seu mandato e não entregou essa obra tão importante
para a cidade de Belém.

– A Prefeitura de Belém recebeu mais de R$ 326 milhões de recursos federais para as obras da Estrada Nova. Desse total, Zenaldo terá de devolver R$ 23 milhões, por não ter concluído os trabalhos no prazo.
– Os contratos só valem até o final deste ano.
– Documentos da CEF mostram que um dos maiores problemas de Zenaldo é a mudança das empresas para executarem as obras. No caso da Estrada Nova, praticamente todas as firmas contratadas por Duciomar Costa – prefeito anterior a Zenaldo – foram substituídas por empresas próximas ao PSDB, partido do atual prefeito. Uma delas é a ETC Engenharia, que recebeu mais de R$ 26 milhões, entre dezembro de 2015 e setembro deste ano.
– As obras paralisadas causam transtorno à população, como invasão da água em suas casas, falta de saneamento, lixo por todo lado e ruas cobertas de poeira. Estimativas indicam que são mais de 200 mil pessoas prejudicadas pelo descaso do prefeito.
– As medições feitas pela Caixa Econômica Federal em todos os trechos das obras da Estrada Nova indicam a paralisação em todas elas. O descaso de Zenaldo para com o dinheiro público é tamanho, que as últimas medições foram feitas há mais de 2 anos.

Fonte: DOL

261 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *