A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Vacinação de rebanho contra aftosa entra na última semana no Pará

Vacinação de rebanho contra aftosa entra na última semana no Pará

Bovinos e bubalinos devem ser vacinados até 30 de maio (Foto: Divulgação/Prefeitura de Boituva)

Cerca de 21 milhões de cabeças de gado deverão ser imunizadas em 108 mil propriedades espalhadas por 127 municípios paraenses ao final da campanha contra a febre aftosa no estado. O período de vacinação encerra no dia 30 de novembro.

Há uma semana do encerramento, a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) reforça a necessidade de todos os produtores rurais imunizarem seus rebanhos contra a doença. “É somente através da vacinação que podemos manter os mercados compradores da nossa carne e ainda barganhar novos espaços para comercialização dos nossos produtores”, ressalta o médico veterinário Luciano Guedes, diretor geral da Adepará.

A Campanha Estadual de Vacinação contra a Febre Aftosa – 2ª Etapa 2016 foi iniciada no dia 1º em todo o território paraense, com exceção do arquipélago do Marajó e dos municípios de Faro e Terra Santa, na região oeste. Esta é quinta e última etapa anual de imunização contra a doença.

Após o período de vacinação, entrará em vigor uma nova etapa da campanha: a notificação à Adepará, que deve ser feita até o dia 15 de dezembro, para comprovar que o rebanho foi vacinado.

“Manter o Pará livre da febre aftosa foi uma das maiores conquistas do setor produtivo. Garantir a permanência deste status é importante para o produtor rural, que garante a sanidade e a valorização do seu rebanho”, enfatiza Guedes.

Fonte: G1

234 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *