A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Santa Casa corre o risco zerar banco de leite materno

Santa Casa corre o risco zerar banco de leite materno

Santa Casa corre o risco zerar banco de leite materno

Previne contra doenças infecciosas, garante nutrientes adequados para os bebês terem melhor desenvolvimento, protege o estômago e intestino, enfim, o leite materno faz com que o organismo da criança adquira um sistema de defesa perfeito (sistema imunológico). Todavia, no Banco de Leite da Fundação Santa Casa de Misericórdia, no bairro do Umarizal, em Belém, o estoque reduziu ao ponto que nem a metade dos recém-nascidos internados recebe o alimento natural. Hoje a Fundação conta com 170 bebês internados em seis Unidades de Terapia Intensiva e duas Unidades de Cuidados Intermediários. Destes, noventa são prematuros e precisam de leite a cada uma ou duas horas. Os demais são bebês de termo e necessitam a cada três horas.

Pode ser doadora, qualquer mãe sadia, que tenha excedente de leite e manifeste esta vontade. Segundo a presidente da Fundação Santa Casa de Misericórdia, doutora Rosângela Monteiro, a média de doadoras fica entre 190 e 200 mães, mas para garantir leite materno para todas as 170 crianças o ideal é atingir 400 doadoras.

“Em junho, tínhamos 360 mães. Estamos em campanha contínua e agora fazemos um reforço na ação, contando com a parceria do Instituto Criança Vida, para obtermos essa meta. Pedimos às mães de Belém que nos ajudem com esse ato de amor, porque das 170 crianças, oitenta são de mães do interior do Estado, que contam com mais filhos e têm que retornar para suas casas para cuidar deles. Então, as crianças são cuidadas pela nossa equipe multidisciplinar e precisamos do leite materno para alimentá-las”, explica a titular da Santa Casa.

A presidente do Instituto Criança Vida e diretora administrativa das Organizações Romulo Maiorana (ORM), Rosângela Maiorana Kzam, destaca que a instituição tem forte ligação com o Banco de Leite da Santa Casa desde 2002, quando reformou e ampliou suas dependências. O apoio do instituto se dá na divulgação na mídia impressa, de rádio e de televisão da campanha para aumentar a doação de leite materno.

Na iniciativa, a Fundação Santa Casa trabalha também em parceria com o projeto Bombeiros da Vida, do Corpo de Bombeiros do Pará. Bombeiros vão à casa da doadora, levam kits e explicam sobre o armazenamento, conservação, retirada e higiene do leite, porque este precisa chegar íntegro ao banco. Uma vez por semana, dependendo da necessidade, os bombeiros recolhem os frascos do leite na casa da doadora e distribuem novos vasilhames.

“Como a rota nessa parceria com os Bombeiros é meio distante, pedimos que os familiares das mães doadoras que moram no mesmo bairro em que fica a Fundação Santa Casa ou áreas adjacentes possam buscar o kit e levar o leite na fundação. É importante a mãe coletar o leite logo após o banho, seguindo as orientações que estão no kit, que contém um frasco esterilizado, uma touca de cabelo e um folder”, informou Rosângela Monteiro.

Fonte: ORM/News

918 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *