A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Professora implorou para não ser assassinada

Professora implorou para não ser assassinada

destaque-345541-mt955
Mulher foi a segunda vítima de homem que já havia matado ex-namorada no Paraná (Foto: Reprodução/Twitter)

Antes de ser assassinada, a professora de inglês Maria das Dores Ramos dos Santos, de 39 anos, implorou ao ex-marido que não atirasse nela e nem nos filhos de 6 e 16 anos, segundo a irmã da vítima, Geralda dos Santos.

Maria foi morta na madrugada de sexta-feira (25) quando corria pelas ruas de Juscimeira, a 164 km de Cuiabá, junto com os filhos. A informação é do portal de notícias local MT Agora.

Segundo a publicação, o assassinato ocorreu depois que a vítima descobriu que o então marido de 38 anos já tinha sido preso por suspeita de matar a ex-namorada dele, em Curitiba, e rompeu a relação. À polícia do Paraná, em 2011, ele foi preso e confessou o crime ocorrido no ano anterior.

A aproximadamente 1 km de casa, Maria foi morta com um tiro na nuca, disparado pelo ex-marido, que se matou na manhã do mesmo dia, na caixa d’água de uma casa, no Bairro Jardim Esmeralda, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, ao ser perseguido por policiais civis.

Geralda informou que, na data do crime, o sobrinho de 16 anos ouviu um barulho no telhado da casa deles e avisou a mãe. Era o ex-padrasto invadindo a residência. Com medo, a vítima pegou o filho mais novo e tentou fugir com eles.

“Meu sobrinho gritava: ‘foge mãe’. Eles tentaram correr, até que, em um posto de combustíveis, ele os alcançou. Minha irmã virou para ele [ex-marido] e pediu que por favor não a matasse. Implorou, mas não adiantou. Uma mulher que presenciou a cena, pegou meu sobrinho de 6 anos. Ele a levou para traz de uma carreta e a matou com um tiro na nuca”, relatou a irmã da vítima.

O filho dele, de 16 anos, também foi atingido com um disparo no peito. Conforme a tia, os médicos disseram que a bala perfurou o adolescente a um centímetro do coração. A vítima está internada no Hospital Municipal de Jaciara, a 143 km da capital, onde moram os avós maternos dele. Ainda não existe previsão de quando irá receber alta, de acordo com a família.

Com a morte da mãe e a falta de proximidade com o pai, o menino de 6 anos deve ficar com a tia. “Vou requerer a guarda dele. E vou tentar dar o carinho e o amor que a mãe dele gostaria que eu desse”, declarou Geralda.

O suspeito do crime foi encontrado morto na caixa d’água de uma casa no bairro Jardim Esmeralda, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, por volta de 12h [13h no horário de Brasília]. De acordo com a polícia, ele se matou.

Fonte: Diário do Pará

80 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *