A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Pará vai ganhar 500 vagas no ensino superior, diz MEC

Pará vai ganhar 500 vagas no ensino superior, diz MEC

Serão 400 vagas em Paragominas e mais 100 vagas em curso de Parauapebas

O Ministério da Educação (MEC) autorizou ontem (18) a criação de 88 novos cursos de ensino superior no País. Das quase 12 mil vagas anuais, 500 são no Pará. Através de três portarias no Diário Oficial da União, o MEC liberou a criação dos cursos, todos de instituições privadas de ensino. De acordo com o MEC, as faculdades já podem abrir as vagas autorizadas, contanto que mantenham o endereço de funcionamento enviado na proposta.

No Pará, são três novos cursos criados, totalizando as 500 vagas anuais. Destas, 400 são no município de Paragominas, sendo 200 para o curso de Administração (Bacharelado) e outras 200 para Pedagogia (Licenciatura). Ambos são da Faculdade de Educação Superior de Paragominas (Facesp). As outras 100 vagas restantes são do curso de Nutrição (Tecnológico), da Faculdade Master de Parauapebas (Famap).

186544

 

Ainda de acordo com as portarias, a região Norte terá um total de 920 novas vagas, 120 delas no Amazonas, no curso de Engenharia Mecânica (Bacharelado), da Faculdade Maurício de Nassau, em Manaus; 200 no curso de Pedagogia (Licenciatura), na Faculdade Santo André, no município rondoniense de Vilhena; e 100 no curso de Engenharia Ambiental (Bacharelado), na Faculdade São Paulo, de Rolim de Moura, também em Rondônia. O MEC também publicou os pedidos indeferidos, no entanto nenhum curso de instituições de ensino superior do Pará conta nessa lista.

Fonte: ORM/News

267 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *