A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Pará registra aumento de casos de dengue

Pará registra aumento de casos de dengue

destaque-336379-234

Pelo menos 15 casos de dengue são confirmados no Pará a cada dia. Segundo o mais recente boletim epidemiológico sobre a situação da doença no estado, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) confirmou 2.774 casos de janeiro até o dia 2 de julho.

Os números superam o quadro apresentado nos seis primeiros meses do ano passado, quando a Secretaria confirmou 2.311 ocorrências. Segundo a Sespa, Belém lidera entre as cidades com maior incidência, com 813 casos. Parauapebas vem logo a seguir (239 ocorrências), seguida por Altamira (234), Senador José Porfírio (159), Canaã dos Carajás (94) e Ananindeua (71). Até o último dia 2, três mortes por dengue foram confirmadas este ano, duas em Belém e uma em Rurópolis, sudoeste do Estado.

Ainda segundo a Sespa, não há registros de casos de febre chikungunya ocorridas no Pará. Porém, em 2015, cinco casos importados da doença foram confirmados no Estado por critério laboratorial adotado pelo Instituto Evandro Chagas, em Belém. Os vírus da dengue e chikungunya são transmitidos pelo mesmo vetor, o Aedes aegypti, e levam a sintomas parecidos, como febre e dores musculares, mas as doenças têm gravidades diferentes, sendo a dengue a mais perigosa. A doença, que pode ser provocada por quatro sorotipos diferentes do vírus, é caracterizada por febre repentina, dores musculares, falta de ar e moleza. A forma mais grave é caracterizada por hemorragias e pode levar à morte.

O chikungunya caracteriza-se principalmente pelas intensas dores nas articulações. Os sintomas duram entre 10 e 15 dias, mas as dores articulares podem permanecer por meses e até anos. Complicações sérias e morte são muito raras.

NOVO VÍRUS

Este ano, o Pará registrou apenas um caso de vírus Zika, na cidade de Dom Eliseu, na divisa com o Maranhão. O vírus tem sintomas parecidos com a dengue: febre intermitente, coceira e dor muscular. A paciente logo foi liberada e se encontra fora de perigo, uma vez que o zika vírus é muito menos agressivo do que o vírus da dengue. Não há registro de mortes relacionadas à doença. A evolução é benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente, em um período de 3 até 7 dias.

Fonte: Diário do Pará

84 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *