A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Multas de trânsito ficam mais caras e motorista está sujeito a pagar até R$ 2.934,70 por infração

Multas de trânsito ficam mais caras e motorista está sujeito a pagar até R$ 2.934,70 por infração

Multas de trânsito ficam mais caras e motorista está sujeito a pagar até R$ 2.934,70 por infração

Atenção, motoristas: a partir desta terça-feira (1º), as multas de trânsito estão mais caras. Uma mudança no CTB (Código de Trânsito Brasileiro), prevista por uma lei federal (13.281/2016), reajusta todas as infrações de trânsito, que podem chegar à R$ 2.934,70.

As infrações leves, que antes eram punidas com multa de R$ 53,20, agora passam a custar R$ 88,38 para o motorista. A infração média, que antes era de R$ 85,13, vai custar agora R$ 130,16.

No caso da infração grave, o motorista desembolsava R$ 127,69, mas, a partir de hoje, estão sujeitos a pagar R$ 195,23. Por fim, no caso da infração gravíssima, que antes tinha multa no valor de R$ 191,54, agora terá punição de R$ 293,47 para o motorista infrator.

A principal punição é para os motoristas flagrados dirigindo sob o efeito de álcool ou aqueles que se recusarem a fazer o teste do bafômetro. Neste caso, a partir de hoje, a multa é de R$ 2.934,70 — até o último dia 31 de outubro, a multa era de R$ 1.915.

Além da mordida no bolso, vale lembrar, o motorista ainda tem a carteira de habilitação suspensa pelo prazo de 12 meses.

O motorista que falar ao celular enquanto dirige também será penalizado com mais rigor: de infração média para gravíssima. Quem estacionar indevidamente em vaga de idoso ou deficiente perderá sete pontos na carteira.

Desde o ano 2000, as multas não eram reajustadas.

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o Brasil é o quarto país do mundo com o maior número de mortes em acidentes de trânsito por ano.

O País tenta cumprir uma meta estipulada pela ONU (Organização das Nações Unidas): uma redução em 50%, no período 2011-2020, de casos fatais em acidentes viários.

Fonte: R7

168 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *