A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Movimentos sociais fazem protesto em defesa da democracia no Pará

Movimentos sociais fazem protesto em defesa da democracia no Pará

Protesto tem pauta regional no Pará cobrando saúde. Manifestação faz parte de protesto nacional.

cut
Manifestantes protestam em defesa da democracia no Pará

Movimentos sociais e centrais sindicais realizam um protesto em Belém nesta quinta-feira (19). Liderados pela Central Única dos Trabalhadores, o grupo fez um ato na frente do Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti, fechado desde que a central de ar provocou um incêndio no bloco cirúrgico no dia 25 de junho. De acordo com a organização, cerca de 400 pessoas participam do ato.

A manifestação faz parte de uma programação nacional. De acordo com a CUT, o protesto tem como objetivo cobrar do governo federal a manutenção de direitos trabalhistas frente a crise, e se posiciona contrário a saída da presidente Dilma. “O nosso ato é em apoio a democracia, e não em defesa ou crítica ao governo atual. Nós, trabalhadores de movimentos socials, lutamos pela conquista da demodcracia”, disse Martinho Souza, presidente da Central Única dos Trabalhadores no Pará.

“O movimento de impeachment é orquestrado por quem perdeu as eleições e quer tomar o poder na marra, mas a história não irá se repetir”, disse Marcão Fonteles, presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil.

ctb
Manifestantes do Pará tem pauta regional cobrando saúde, saneamento e segurança

Pauta regional
No Pará, o protesto tem como pauta regional a melhoria dos serviços públicos, especialmenteatendimentos de saúde. “Nossa cidade está em abandono. Prestes a completar 400 anos, nenhum dos S – segurança, saúde, saneamento – foi cumprido pelo governo municipal ou estadual. Então intregramos nossa pauta regional ao protesto”, explica Fonteles.

“É importante denunciar as mazelas locais. Falamos muito do cenário nacional, mas aqui há uma crise profunda. Os professores sofrem retaliação pela greve, e alunos estudam em escolas sem estrutura”, afirma Souza.

Movimentos sociais
Além de centrais de trabalhadores, o protesto tem a participação de movimentos sociais, como o Fórum de Mulheres da Amazônia. “Nós mulheres lutamos por políticas públicas, e a Marcha das Margaridas conseguiu reunir milhares de nós. Pautamos diversas necessidades das mulheres, e aqui em Belém a saúde não atende a mulher como deveria. Falta o mínimo”, disse a militante Luiza Helena.

O jovem Cleiton Costa, da União da Juventude Socialista (UJS), disse que os estudantes apoiam a democracia, mas se posicionam contra a retirada de direitos dos trabalhadores e a redução da maioridade penal. “Estamos em defesa da democracia porque existe um golpe em curso no país. Este governo foi eleito democraticamente e deve ser respeitado em nome da democracia nacional”.

mulheres
Movimentos feministas pedem mais atenção para a saúde da mulher e cobram construção de creches
204 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *