A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Legumes e verduras consumidos pelos paraenses ficam mais caros

Legumes e verduras consumidos pelos paraenses ficam mais caros

Em janeiro, batata, cenoura e beterraba sofreram os maiores reajustes.
Nos últimos 12 meses, altas foram nos preços da cebola, cenoura e repolho.

O preço de verduras e legumes comercializados em feiras e supermercados da Grande Belém continuam em alta neste início de 2016, segundo pesquisas do Dieese/PA. Para o órgão, as causas desse aumento variam entre a questões da sazonalidade, condições climáticas na produção e questões que envolvem a comercialização.

No mês de janeiro, os produtos que tiveram os reajustes mais expressivos foram: batata (kg), com alta de 12,50%; seguido da cenoura (kg), com alta de 11,41%; beterraba (kg), com alta de 7,98%; chicória (maço), com alta de 3,45%; pimentão verde (kg), com alta de 2,18%; repolho (kg), com alta de 1,72%; batata doce branca (kg), com aumento de 1,46% e alfavaca (maço), com alta de 1,19%.

Ainda no mês de janeiro, poucos produtos apresentaram recuo de preços, com destaque para a cebolinha (maço), com recuo de 2,75%; seguida da couve (maço), com queda de 0,84% e do cheiro verde (maço), com queda de 0,74%.

Veja o preço dos produtos hortis que sofreram altas em janeiro:

Produto Preço
Dez/2015
Preço
Jan/2016
Batata R$ 3, 92 R$ 4, 41
Cenoura R$ 3, 33 R$ 3, 71
Beterraba R$ 4, 78 R$ 4, 85
Chicória R$ 1, 16 R$ 1, 20

Balanço dos 12 meses
Já nos últimos 12 meses, os reajustes dos produtos hortis foram quase generalizados e em percentuais acima da inflação calculada para o mesmo período, de 11, 31%. Segundo o Dieese, os maiores reajustes ocorreram nos seguintes produtos: cebola (kg), com alta de 48,31%; seguida da cenoura (kg), com alta de 27,93%; repolho (kg), com alta de 27,80%; beterraba (kg), com alta de 23,51%; chicória (maço), com alta de 20%; pimentão verde (kg), com alta de 17,34%; batata doce branca (kg), com alta de 16,31%; cebolinha (maço), com alta de 11,58% e da alface (maço), com alta de 11,46%.

Também no mesmo período um dos principais produtos hortis, o tomate, teve alta expressiva e acima da inflação.

Para o Dieese, a tendência para este mês de fevereiro é de novas altas no preço da maioria dos produtos hortis comercializados em feiras livres e também nos supermercados da Grande Belém.

G1 informações

209 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *