A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Em Belém, MP e Anatel se reúnem com operadora para discutir telefonia

Em Belém, MP e Anatel se reúnem com operadora para discutir telefonia

Em Belém, MP e Anatel se reúnem com operadora para discutir telefonia

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) reúnem-se na próxima sexta-feira (04) com uma operadora de telefonia, em Belém, para discutir melhorias na prestação do serviço. O encontro é parte da agenda do Grupo de Trabalho da Telefonia, coordenado pelo MP que busca definir medidas práticas para melhorar a telefonia no estado.

“Esta será a primeira reunião setorial do GT Telefonia, envolvendo o Ministério Público, Anatel e uma empresa específica. Vamos ouvir as manifestações da Tim e da Anatel e definir algumas ações, como prazos para a empresa cumprir as metas de desempenho. Depois desta, teremos reuniões com as demais operadoras”, explicou o promotor César Mattar.

Segundo levantamento da Anatel, os serviços ofertados no Pará se encontram em uma situação crítica. As empresas telefônicas precisam cumprir metas de desempenho estabelecidas pela agência, como reduzir taxas de queda de ligações e os índices de conexões de dados. Em território paraense, o atendimento das metas é de apenas 57,8% (numa escala de 0 a 100%), muito abaixo dos 70% considerados razoáveis pela Anatel.

“As empresas têm obrigações a serem cumpridas, não só no Pará, mas no Brasil inteiro. No Pará a situação é mais complicada em razão das distâncias. Ainda há muito para se fazer”, disse Juarez Quadros, presidente da Anatel.

Quadros citou que em outros estados estão sendo tomadas medidas inovadoras para melhorar os serviços de telefonia, como reavaliar a aplicação de multas às operadoras que apresentem serviços deficitários.

“Ao invés de apenas multar, estamos fazendo com que as operadoras convertam as multas em investimentos em equipamentos e tecnologia para melhorar os serviços. Ou seja, algo que beneficie diretamente o consumidor”, comentou, sinalizando que esta medida pode ser estendida ao Pará.

Deficiências
O Pará é o 10º estado brasileiro que mais consome serviços de telefonia e, apesar de estarem entre os principais clientes das operadoras, os paraenses ainda sofrem com os serviços ofertados. O estado ocupa a última colocação no ranking da qualidade da telefonia no Brasil e a reversão deste cenário foi o tema da reunião realizada, no último dia 1º, entre o MP e a Anatel.

Durante a reunião, o Ministério Público listou algumas das fragilidades da telefonia no Pará e reforçou a importância de um trabalho integrado com a Anatel para que as operadoras aprimoram o atendimento ao consumidor.

“Os maiores problemas são comuns a todas as regiões do Pará: problemas na rede de cobertura, instabilidade do serviço e deficiência no atendimento. Temos também denúncias de vendas de pacotes de serviços em locais onde a operadora não possui cobertura”, explicou o promotor César Mattar. “Não é aceitável o Pará ser um dos principais clientes e receber o pior serviço das operadoras”, completou.

Fonte: G1

267 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Veja :Polícia prende dois homens acusados de fabricação de armas de fogo caseiras

A Polícia Civil prende em Novo Repartimento, no sudeste do Pará, dois homens responsáveis por …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *