A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Comércio perdeu 4.351 empregos em cinco meses no Pará

Comércio perdeu 4.351 empregos em cinco meses no Pará

Em relação aos últimos 12 meses, o saldo negativo ficou em menos 6.315 postos de trabalhos, segundo o Dieese-PA

O setor comércio perdeu 4.351 postos de trabalhos nos primeiros cinco meses de 2016 no Pará. Nos útimos 12 meses, o setor já amarga um saldo negativo de 6.315 vagas. Os números são de uma pesquisa do Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada na manhã desta terça-feira (19).

Pelos números do Dieese-PA, de janeiro a maio deste ano, o setor comércio teve saldo negativo de 4.351 postos de trabalhos e queda de 2,04%. Foram realizadas no Estado, 30.539 admissões, contra 34.890 desligamentos. No mesmo período do ano passado, o setor também apresentou queda. Foram feitas 39.170 admissões, contra 40.362 desligamentos, gerando um saldo negativo de 1.192 postos. O comércio varejista foi o grande responsável pela queda no setor, com saldo negativo de 4.382 postos, enquanto que o atacadista perdeu 31 empregos. Entre todos os Estados do Norte, o Pará liderou a perda de empregos no setor, seguido do Amazonas com a perda de 4.168 postos de trabalhos; Rondônia com a perda de 2.405 postos de trabalhos; Amapá com a perda de 1.169 postos de trabalhos; Tocantins com a perda de 1.041 postos de trabalhos; Acre com a perda de 956 postos de trabalhos e de Roraima com a perda de 373 vagas. No total, o Norte teve um decréscimo de 2,82% na geração de empregos formais no comércio.

252233

Já com relação aos últimos 12 meses, o Pará teve saldo negativo de 6.315 postos de trabalho no comércio e queda de 2,94%. No período analisado, foram feitas 83.208 admissões, contra 89.523 desligamentos. Tanto o comércio varejista quanto o atacadista tiveram perdas, segundo o Dieese. No comércio varejista foram realizadas 69.412 admissões, contra 75.031 desligamentos, gerando um saldo negativo de 5.619 postos de trabalhos e queda de 3,14%. Já no setor atacadista foram feitas 13.796 admissões, contra 14.492 desligamentos, o que gerou a perda de 696 postos de trabalhos e queda de 1,95% no setor. O Pará liderou as perdas de vagas no comércio em um comparativo com o outros Estados do Norte, seguido do Amazonas com a perda de 3.115 postos de trabalhos; Rondônia com a perda de 2.929 postos de trabalhos; Tocantins com a perda de 1.592 postos de trabalhos; Amapá com a perda de 1.422 postos de trabalhos e do Acre com menos 1.018 postos. Na outra ponta, apenas o Estado de Roraima apresentou crescimento de empregos formais com saldo positivo de 595 postos de trabalhos.

Fonte: ORM/News

254 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Exclusivo: Acaba assalto com refém em loja em Belém

Quatro assaltantes fizeram clientes reféns dentro de uma unidade das Lojas Americanas localizada entre a …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *