A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias Aliança / Cela tem 17 presos onde cabem apenas 5 na Delegacia de Tailândia

Cela tem 17 presos onde cabem apenas 5 na Delegacia de Tailândia

destaque-340185-1108_a7_delegacia-de-tailandia

Restos de comida espalhados pelo chão e pelo menos 17 presos vivendo em condições desumanas, sem um local adequado para fazer suas necessidades fisiológicas. Amontoados, eles disputam espaço em uma cela que tem capacidade para abrigar, no máximo, cinco detentos. Há cerca de três meses, este cenário de calamidade tem sido observado na Delegacia de Tailândia.

A situação foi denunciada pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Polícia Civil do Pará (Sindpol), que solicita a imediata transferência dos presos por meio do Sistema Carcerário da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).

De acordo com Pablo Farah, diretor jurídico do Sindpol, a delegacia virou um “mini presídio” sem o mínimo de condições para abrigar os presos que ali estão. Eles não têm direito à visita, as refeições são servidas em horários inadequados, não há estrutura para banho de sol, os presos precisam ser deslocados pelos policiais para ir ao banheiro e há apenas um ventilador para a cela.

O efetivo de dois investigadores da Polícia Civil já não consegue mais atender a população adequadamente, pois também estão desempenhando o papel que seria dos agentes prisionais. Eles se revesam para vigiar os 17 presos a cada plantão. Com isso, o risco de fuga é constante, principalmente no período noturno.

RECLAMAÇÕES

Segundo Farah, os presos reclamam da situação e os policiais não conseguem exercer suas funções como deveriam. O que mais preocupa é a vulnerabilidade da delegacia e da própria população. O Sindpol informou que se nada for feito pelos órgãos responsáveis, a denúncia será formalizada ao Ministério Público do Estado. “O delegado já pediu a transferência dos presos, mas nada foi feito. É um estado deplorável. É assim que o governo trata a população e os servidores. O Sindpol pede que o governo tome providência, caso contrário levaremos a situação ao Ministério público”, afirma Farah.

Em nota, a Polícia Civil informou que há 17 presos na cela da Delegacia de Tailândia e a previsão é de que os presos sejam transferidos nos próximos dias para outras casas penais, em Marabá e na Região Metropolitana de Belém. Já a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) garantiu que no dia 12 de junho, por força de determinação judicial expedida pelo juiz titular da 1ª Vara Civil e Criminal de Tailândia, todos os presos que estavam custodiados na carceragem da Delegacia de Tailândia foram transferidos para unidades prisionais de Tucuruí, Marabá e da Região Metropolitana de Belém (RMB).

A Susipe disse ainda que o efetivo de agentes penitenciários que prestavam apoio à Polícia Civil foi retirado da Delegacia com a transferência dos detentos. “Com relação aos novos presos que deram entrada no local após a transferência, todos também deverão ser remanejados para outros centros de detenção, de acordo com a disponibilização de vagas no sistema carcerário”, informou a nota do órgão.

Fonte: Diário do Pará

327 Total Views 1 Views Today
Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Verifique

Exclusivo: Acaba assalto com refém em loja em Belém

Quatro assaltantes fizeram clientes reféns dentro de uma unidade das Lojas Americanas localizada entre a …

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *